SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE
RECURSOS HÍDRICOS DO ESTADO DE SANTA CATARINA

Super User

Super User

Quinta, 22 Março 2018 16:17

Planos de Bacias

Plano de Bacias

  • O Plano de Bacia Hidrográfica é um dos instrumentos da legislação de recursos hídricos. O planejamento de recursos hídricos, elaborado por bacia ou conjunto de bacias hidrográficas do Estado, consubstanciar-se-á, formalmente, em plano que visa a fundamentar e orientar a implementação da Política Estadual de Recursos Hídricos e o seu respectivo gerenciamento.

    O Plano de Bacia Hidrográfica terá o seguinte conteúdo mínimo:
    I - diagnóstico da situação atual dos recursos hídricos;
    II    - análise de cenários alternativos de crescimento demográfico, de evolução de atividades produtivas e de modificações dos padrões de ocupação do solo;
    III   - balanço entre disponibilidade e demandas futuras dos recursos hídricos, em quantidade e qualidade, com identificações de conflitos potenciais;
    IV   - divisão dos cursos de água em trechos de rio, com indicação da vazão outorgável em cada trecho;
    V  - prioridades para outorga de direitos de uso de recursos hídricos;
    VI    - propostas de enquadramento dos corpos de água em classes segundo usos preponderantes.
    VII - medidas a serem tomadas, programas a serem desenvolvidos e projetos a serem implantados, para o atendimento de metas previstas;

 

Acesse nossa biblioteca para obter outros documentos referentes aos Plano de Bacias Hidrográficas

 

Terça, 22 Setembro 2015 16:27

DRHI lança Cartilha de Águas Subterranêas

Acesse a Cartilha de Águas Subterrâneas do Estado de Santa Catarina.

Quarta, 02 Setembro 2015 13:36

evento-2015-09-02

Evento teste 2015-09-02

Quarta, 03 Junho 2015 17:15

MVS 2015-06-03

MvS 2015-06-03

Sexta, 29 Maio 2015 17:01

Pautas CERH

Terça, 28 Abril 2015 17:00

Estudos e Documentos

Segunda, 26 Janeiro 2015 18:09

Histórico

Histórico Comitê Chapecó e Irani.

Segunda, 26 Janeiro 2015 18:06

Objetivos e Competências

OBJETIVOS

 I - promover o gerenciamento descentralizado, participativo e integrado da Bacia Hidrográfica do Rio Chapecó/Irani e seus contíguos, sem dissociação dos aspectos quantitativos e qualitativos, dos Recursos Hídricos em sua área de atuação;

II - promover a integração de ações na defesa contra eventos hidrológicos críticos, que ofereçam riscos à saúde e à segurança públicas, assim como prejuízos econômicos e sociais;

III - adotar a Bacia Hidrográfica como unidade físico-territorial de planejamento e gerenciamento;

IV - reconhecer o recurso hídrico como um bem público, de valor econômico, cuja utilização deve ser cobrada, observando os aspectos de quantidade, qualidade e as peculiaridades da bacia hidrográfica;

V - combater e prevenir as causas e efeitos adversos da poluição, das inundações, das estiagens, da erosão do solo e do assoreamento dos corpos de água nas áreas urbanas e rurais;

VI - compatibilizar o gerenciamento dos Recursos Hídricos com o desenvolvimento regional e com a proteção do meio ambiente;

VII - promover a maximização dos benefícios econômicos e sociais resultantes do aproveitamento múltiplo dos Recursos Hídricos superficiais e subterrâneos assegurando o uso prioritário para o abastecimento das populações;

VIII - estimular a proteção das águas contra ações que possam comprometer o uso atual e futuro.

 

COMPETÊNCIAS

 

I - promover o debate das questões relacionadas a Recursos Hídricos e articular a atuação das entidades intervenientes.

II – propor e aprovar a proposta do plano de Recursos Hídricos para a bacia dos Rios Chapecó, Irani e seus contíguos, acompanhar sua implementação e sugerir as providências necessárias ao cumprimento de suas metas;

III - encaminhar ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos a proposta relativa à bacia hidrográfica, contemplando inclusive objetivos de qualidade, para ser incluído no Plano Estadual de Recursos Hídricos;

IV - propor ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos - CERH, as acumulações, derivações, captações e lançamentos de pouca expressão, para efeito de isenção da obrigatoriedade de outorga de direitos de uso de Recursos Hídricos, bem como os critérios de outorga a serem observados na respectiva bacia;

V - propor ao órgão competente o enquadramento dos corpos de água da Bacia Hidrográfica em classes de uso e conservação e acompanhar os resultados alcançados com as medidas decorrentes do plano de Recursos Hídricos da bacia;

VI - estabelecer os mecanismos de cobrança pelo uso de Recursos Hídricos e propor ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos - CERH, os valores a serem cobrados, bem como o plano de aplicação dos recursos arrecadados no âmbito da perspectiva da bacia;

VII - estabelecer critérios e promover o rateio dos custos das obras de uso múltiplo, de interesse comum ou coletivo a serem executados na Bacia Hidrográfica;

VIII – arbitrar os interesses dos diferentes segmentos da sociedade no tocante aos Recursos Hídricos;

IX - realizar estudos, divulgar e debater, na bacia, os programas prioritários de serviços e obras a serem realizados no interesse da coletividade, definindo objetivos, metas, benefícios, custos, riscos sociais e ambientais;

X - fornecer subsídios para a elaboração do relatório anual sobre a situação dos Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica;

XI - propor ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos - CERH, a criação da Agência de Água da bacia hidrográfica dos Rios Chapecó/Irani e seus contíguos;

XII - promover a publicação e divulgação dos problemas identificados e das decisões tomadas quanto à administração da bacia hidrográfica;

XIII - propor aos órgãos competentes medidas preventivas ou corretivas em situações críticas da bacia hidrográfica, bem como propor a punição administrativa e a responsabilidade judicial, civil ou penal, de pessoas físicas ou jurídicas que causam a poluição do ar, do solo, e da água na Bacia Hidrográfica;

XIV – opinar sobre assuntos que lhe forem submetidos à apreciação;

XV - promover a harmonização das legislações ambientais Municipais, Federal e Estadual com o Plano de Recursos Hídricos, integrado e elaborado para a área de abrangência;

XVI - gestionar para que os órgãos de licenciamento ambiental se pautem no Plano de Recursos Hídricos das Bacias Hidrográficas, quando da análise de projetos de intervenção em cursos de água, visando controlar os impactos negativos da proliferação destas obras;

XVII – propor projetos para a captação de recursos financeiros e tecnológicos junto a organismos públicos e privados e instituições financeiras;

XVIII - avaliar, emitir parecer ou aprovar programas de investimentos em serviços e obras de interesse regional, com base no plano de Bacias; e

XIX – requisitar informações e pareceres dos órgãos públicos cujas atuações interfiram direta ou indiretamente nos Recursos Hídricos das bacias dos Rios Chapecó e Irani.

Segunda, 26 Janeiro 2015 18:04

Sites Relacionados

www.ana.gov.br

http://www.sde.sc.gov.br/

www.ima.sc.gov.br

 

 

Segunda, 26 Janeiro 2015 17:57

Entidade Executiva

A Ecopef é uma organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP), com sede no município de Concórdia, estado de Santa Catarina, Brasil. A sua missão é promover a preservação do meio ambiente em parceria com instituições públicas e privadas através de projetos de Sustentabilidade, Gestão de Bacias Hidrográficas e de Unidades de Conservação.

Possui mais de doze anos de parceria com órgão ambiental do estado de Santa Catarina, o Instituto do Meio Ambiente – IMA, para gestão e implementação dos programas de manejo do Parque Estadual Fritz Plaumann e sua zona de amortecimento, sendo seu modelo de gestão uma iniciativa inovadora que reflete uma tendência atual na implementação de unidades de conservação, firmando-se como referência nacional no âmbito da gestão de áreas protegidas.

Através de edital de chamamento público (005/2017 – SDS), a Ecopef foi classificada e além da gestão do Parque Fritz Plaumann, está atuando como entidade executiva dos Comitês de Gerenciamento de Bacias Hidrográficas da região oeste de Santa Catarina, sendo eles o Comitê do Rio das Antas e Peperiguaçu, do Rio Chapecó e Irani, do Rio Jacutinga e Contíguos e o Comitê do Rio do Peixe (termo do colaboração 005/2018).

A Ecopef tem seus objetivos voltados à realização de parcerias financeiras e institucionais, as quais contribuem diretamente nas ações de educação e interpretação ambiental, monitoramento, pesquisa e conservação no Bioma Mata Atlântica e no fortalecimento e desenvolvimento cultural, social, econômico de comunidades tradicionais.

Concomitante a estas atribuições, visto como um dos principais papéis da Ecopef é a captação de recursos financeiros e parcerias institucionais estratégicas para viabilização dos projetos e o cumprimento de seus objetivos socioambientais.

Neste período de mais de uma década de trabalho desenvolvido, a Ecopef obteve conquistas significativas em diferentes áreas de interesse social e ambiental, atuando em parceria com diferentes instituições do setor público e privado, com destaque para alguns projetos reconhecidos através de premiações e publicações. Vencedora na 26ª edição do prêmio Fritz Müller, 6ª edição do Prêmio Brasil Ambiental na Categoria Florestas, publicações de artigos em diferentes simpósios e fóruns, autoria de capítulos de livros e recentemente vencedora na 24ª e 25ª edição do prêmio expressão de ecologia.

 

ECOPEF - SEDE ADMINISTRATIVA

Rua Leonel Mosele 275, Sala 13 - CEP 89.700-177, Concórdia, Santa Catarina.

E-mail: a O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Telefone: 49-998046022

Segunda, 26 Janeiro 2015 17:55

Camarâ Tecnica

Resolução 01/2015 Institui a Câmara técnica SIA (Sistema integrado de abastecimento) Chapecozinho por prazo determinado.

Resolução 02/2015 Institui a Câmara técnica de Mobilização e educação ambiental por prazo indeterminado.

Resolução 01/2019 Institui a Câmara técnica de Avaliação Ambiental integrada do Médio e Baixo Rio Chapecó, por prazo determinado. 

 

 

Quarta, 14 Janeiro 2015 15:45

Endereços

Comitê Chapecó/Irani

Servidão Anjo da Guarda 295 D

Bairro: Efapi

CEP: 89.809-900

Chapecó - SC
Bloco N - UNOCHAPECÓ

Fone: (49) 99804-6022

Quarta, 14 Janeiro 2015 15:02

Endereços

Abaixo seguem os dados do Conselho.

Logradouro: Rod SC 401, km 5   Número: 4756
Complem.: Ed. Office Park, bl. 2, 2º andar   Bairro: Saco Grande II
Cidade: Florianópolis   CEP: 88032-000   Telefone: (48) 36654281
Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.            

Representantes do Banco Mundial (BIRD) estão em Santa Catarina para acompanhar, supervisionar e discutir o andamento do Programa Santa Catarina Rural. A missão do BIRD permanece na capital até o dia 09 de dezembro. O SC Rural é a terceira etapa de uma estratégia de desenvolvimento rural do Estado que já acontece há duas décadas e que deverá consolidar os avanços alcançados pelos Programas Microbacias 1 e 2.

A comitiva do banco, liderada pela especialista em  Recursos Hídricos,Carmen Molejón e pelo consultor do BIRD, Gilberto Valente Canali esteve reunida com membros da Diretoria de Recursos Hídricos do Estado e da Secretaria Executiva do SC Rural para discutir atividades da SDS vinculadas ao Programa. Em pauta estiveram principalmente a gestão dos recursos hídricos do Estado e as  ações realizadas pela SDS. "A vinda da comitiva nos dará oportunidade para esclarecer diferentes questões que surgem no dia a dia, avaliar a execução do programa e traçar novas diretrizes", comenta Rui Antunes, gerente de Recursos Hídricos de Santa Catarina.

Os representantes do Banco Mundial devem ainda discutir, identificar e acordar diversas atividades e providências relacionadas ao andamento da  "Ação Gestão de Recursos Hídricos", cujo objetivo é o de auxiliar na implantação da política estadual de recursos hídricos através da implementação dos mecanismos de controle dos usos das águas e gestão nas bacias hidrográficas de Santa Catarina.

O diretor de projetos do programa, Ely Rebelato, explica que o Banco Mundial realiza duas missões por ano que avaliam tanto os setores administrativos quanto os projetos em andamentos.

O Programa SC Rural é coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável; Epagri e Cidasc;  Fatma; Polícia Militar Ambiental; Secretaria de Infraestrutura e Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte.

 

Uiara Sousa Zilli

Jornalista
Consultora Banco Mundial para o Programa SC Rural
Equipe de Fortalecimento dos Comitês
DRHI/SDS
Telefone: (48) 8425 8162
Florianópolis - Santa Catarina

Quinta, 04 Dezembro 2014 18:42

Bacia Hidrográfica

A Região Hidrográfica do Meio Oeste (RH2) está localizada entre as coordenadas 26,341° Sul 51,392° Oeste e 27,284° Sul 53,182° Oeste, abrangendo a área de duas bacias hidrográficas do Estado de Santa Catarina, a Bacia Hidrográfica do Rio Chapecó e a Bacia Hidrográfica do Rio Irani, além de bacias contíguas com sistemas de drenagem independentes. A RH2 possuí uma área total de aproximadamente 10.784 km2 e um perímetro de 911 km, englobando a área, total ou parcialmente, de 59 municípios catarinenses. Fonte: Plano Estadual de Recursos Hídricos de Santa Catarina (PERH/SC 01/2017).

Quinta, 04 Dezembro 2014 18:39

Região Hidrográfica

No estado de Santa Catarina a Lei nº 10.949 de 1998 institui, para efeito de planejamento, gestão e gerenciamento dos recursos hídricos catarinenses, dez regiões hidrográficas. As bacias hidrográficas dos Rio Chapecó e Irani e Bacias contíguas está inserida na RH2 - Região Hidrográfica 2 - Meio Oeste.

O Conselho Estadual de Recursos Hídricos - CERH realizou a sua 37ª Reunião Ordinária, na última quinta-feira (20/11/2014), no Auditório da Secretaria de Estado da Agricultura.

No evento foi aprovada  uma moção direcionada ao governador recomendando a estruturação do órgão gestor de recursos hídricos; além disso, foi alterado o Quadro de Metas do Programa Progestão no estado de Santa Catarina, passando de tipologia C, para tipologia B. Com esta alteração o estado de Santa Catarina que tinha 20 metas para cumprir até o final do Programa, agora terá 14 metas para cumprir. Esta alteração da tipologia ainda precisa ser ratificada pela ANA- Agencia Nacional de Águas.

Na ocasião também foi aprovado o Projeto Renascentes – Implementação dos Planos de Bacias do Programa SC Rural, que visa recuperar nascentes e matas ciliares na bacia do rio das Antas (valor: R$ 347.976,00). Também ficou estabelecido o cronograma de reuniões do CERH para o exercício de  2015. Serão 4 reuniões ordinárias (19/03, 18/06, 17/09, 26/11).Por fim, foi apresentado pelo, coordenador da Ação Fortalecimento dos Comitês do SC Rural,César Rodolfo Seibt, as propostas de novo modelo de secretaria executiva dos comitês de bacias estaduais.

Uiara Sousa Zilli
Jornalista
Consultora Banco Mundial para o Programa SC Rural

(48) 84258162

O Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas (Encob) teve sua abertura realizada na noite desta segunda-feira (24.11), em Maceió (AL). A solenidade contou com a presença de autoridades locais e nacionais, além de representantes de comitês de bacias. O governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho, que prestigiou a solenidade, ressaltou a importância do evento para debater a crise hídrica enfrentada atualmente pelo Brasil, bem como a relevância da lei federal 9.433/97, a chamada Lei das Águas.

 Para Vilela, a Lei das Águas é uma das mais importantes já criadas no país. Em seu pronunciamento para um teatro lotado, o governador citou Carlos Drummond de Andrade para reforçar a relevância do debate envolvendo a temática água. “Cito aqui o poeta Drummond, que disse ‘não haverá, para os ecossistemas aniquilados, o dia seguinte’. Essa frase demonstra que todos vocês, que representam os comitês, têm muito a discutir, debater, trabalhar bastante, na busca de alternativas para garantir esse líquido precioso e vital, que é a água”, afirmou.

 Vilela também defendeu o financiamento dos comitês de bacias como instrumento necessário ao fortalecimento desses colegiados. “São entes legítimos dentro desse contexto da água, com papeis claramente definidos”, disse. O governador revelou, ainda, que durante seu governo procurou estimular a criação e o fortalecimento dos comitês já existentes.

 O presidente do Fórum Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas (FNCBH), Affonso Henrique de Albuquerque, considerou que o quadro atual da realidade da água no Brasil mostra que está se perdendo a luta contra a poluição e a degradação, motivos que justificam a mudança na política de gestão da água. O presidente da Rede Internacional de Organismos de Bacias (RIOB), Lupércio Rodrigues, disse que os comitês de bacia se consolidam como o fórum em que se debate, compartilha e busca soluções. “Somos os verdadeiros guerreiros, que defendemos nossas águas”, destacou.

 

O presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu Guillo, representando a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, também defendeu o fortalecimento dos comitês e lamentou o tema não ter ocupado o merecido espaço nos debates durante a campanha presidencial deste ano.

 Também participaram da solenidade de abertura do Encob, o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda, representantes do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA), do Ministério da Integração e outros órgãos estaduais e federais.

 Oficina de Comunicação

 Apesar da programação de debates começar nesta terça-feira (25.11), ainda no domingo, houve atividades promovidas pelo Encob. O seminário “Água, Comunicação e Sociedade”, reuniu o secretário de Meio Ambiente de Alagoas, Artur Ferreira, o jornalista brasiliense Reinaldo Canto, e o técnico da ANA, Nelson Freitas. Durante todo o dia, houve exposição de pontos de vista e de trabalhos executados para a gestão das águas no país.

 A programação do Encob também conta com um estande do Museu do São Francisco, que funciona no município alagoano de Piaçabuçu e chama a atenção dos participantes pelas peças expostas. O encontro prossegue até a próxima sexta-feira (28.11), quando está marcada uma visita técnica ao Canal do Sertão de Alagoas.

Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco é um órgão colegiado, integrado pelo poder público, sociedade civil e empresas usuárias de água, que tem por finalidade realizar a gestão descentralizada e participativa dos recursos hídricos da bacia, na perspectiva de proteger os seus mananciais e contribuir para o seu desenvolvimento sustentável. Para tanto, o governo federal lhe conferiu atribuições normativas, deliberativas e consultivas. A diversidade de representações e interesses torna o CBHSF uma das mais importantes experiências de gestão colegiada envolvendo Estado e sociedade no Brasil. 

XVI Encontro Nacional dos Comitês de Bacias Hidrográficas-Encob

Entre os dias 23 e 25 de novembro

Centro Cultural e de Convenções Ruth Cardoso, Rua Celso Piatti, S/N - Jaraguá - Maceió - AL

Uiara Sousa Zilli
Jornalista
Consultora Banco Mundial para o Programa SC Rural

Terça, 25 Novembro 2014 15:54

Técnicos da DRHI participam do ENCOB 2014

Até o próximo dia 28 de novembro, todos os comitês de bacia hidrográfica do Brasil  estarão reunidos em Maceió, no Centro de Exposições Ruth Cardoso,  para participar da 16ª edição do Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas (Encob). O evento, cujo tema central é “O Comitê de Bacia Hidrográfica como Articulador Político das Águas”,  tem como objetivo possibilitar que os comitês de bacia identifiquem coletivamente oportunidades e desafios para a promoção da gestão integrada das águas e apontem para a sociedade mecanismos de sustentabilidade dos recursos hídricos.

Técnicos da diretoria de Recursos Hídricos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e membros dos comitês de bacias de Santa Catarina também estarão presentes no evento. Para Paulo Roberto Maurici, vice-presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú, o evento permite  uma rica troca de experiências com Comitês de todo o Brasil. "Com este contato conseguimos avaliar melhor o cenário atual de Santa Catarina e enxergar soluções mais assertivas para melhorar a gestão das águas no estado", ponderou.

 Lei das Águas

De acordo com a Lei nº 9.443 – Lei das Águas –, compete aos comitês de bacia promover o debate de questões relacionadas a recursos hídricos, aprovar o plano de recursos hídricos da bacia, estabelecer mecanismos de cobrança pelo uso da água e sugerir valores a serem cobrados, entre outras atribuições. A lei prevê que os comitês sejam compostos por representantes da União, dos Estados e dos municípios cujos territórios se situem, ainda que parcialmente, em suas respectivas áreas de atuação, além de por representantes dos usuários das águas e das entidades civis de recursos hídricos com atuação comprovada na bacia.

“O Encob é um fórum de importância múltipla para a troca de conhecimentos dos processos e diretrizes praticados pelos comitês de diversas bacias hidrográficas, do Brasil e exterior”, afirma  Cesar Rodolfo Seibt, da Diretoria de Recursos Hídricos/Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável de Santa Catarina.

A programação do XVI Encob é composta por seminários, oficinas e minicursos. Os assuntos em discussão incluem educação ambiental para a gestão de recursos hídricos, plano de bacia como instrumento estratégico de sustentabilidade, técnicas de elaboração de projetos e captação de recursos, financiamento e sustentabilidade de comitês de bacia, cobrança pelo uso dos recursos hídricos como instrumento de superação de obstáculos à gestão das águas e produção de energia hidroelétrica e usos múltiplos da água.

O Encob é realizado pela Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas (Rebob), pelo Fórum Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas, pelo Governo do Estado de Alagoas e por instituições parceiras. O público do encontro é composto por representantes do poder público municipal, estadual e federal, de usuários, de universidades e todos os demais interessados no tema.

 

Uiara Sousa Zilli
Jornalista
Consultora Banco Mundial para o Programa SC Rural

(48) 84258162

Em um encontro no último dia 14 de novembro, o Grupo Pró-Comitê Biguaçú, representantes da Diretoria de Recursos Hídricos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (DRHI/SDS) e Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas (Comitê Tijucas), analisaram a possível criação de um comitê de águas na Bacia do Rio Biguaçu.

Atualmente parte da cidade de Biguaçu faz parte da área de abrangência do Comitê Tijucas pela Bacia do Rio Inferninho. No entanto, outra parte da cidade de Biguaçu e todo o município de Antônio Carlos formam a Bacia do Rio Biguaçu, que ainda não possui um Comitê de Bacia para realizar o gerenciamento das águas.

Na ocasião a DRHI/SDS apresentou a proposta de o Grupo Pró-Comitê Biguaçú se unir ao Comitê Tijucas incluindo toda a Bacia do Rio Biguaçu. Colocados os pontos negativos e positivos, foram estabelecidos os próximos encaminhamentos desta discussão.

Ainda neste ano de 2014 deve acontecer uma nova reunião entre os integrantes do Grupo Pró-Comitê Biguaçu e DRHI/SDS para rever as propostas. Uma audiência pública também deve acontecer em breve na Bacia do Rio Biguaçu para ouvir as opiniões e auxiliar a decidir sobre a situação.

Quinta, 20 Novembro 2014 18:05

37ª Reunião Ordinária do CERH

Cerca de 100 alunos da Escola de Ensino Básico São João Batista participaram de palestra proferida pelos técnicos do Comitê, Aline Tomazi e Zenir Atanázio.
O Governo do Estado, por intermédio da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), em parceria dos três Comitês de Bacias do extremo sul: Araranguá, Tubarão e Urussanga, realiza nesta quinta-feira, 25 de setembro, o I Seminário de Gestão das Águas do Sul de SC, com abertura as 13h30, nas dependências da Associação Empresarial de Criciúma (ACIC).

Palestras têm sido proferidas nos municípios que compõem a Bacia Hidrográfica RH9

"O Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Itapocu realizou a XXVII Assembleia Geral Ordinária no dia 18 de setembro às 14:00h. Foi conduzida pelo presidente Sergio Victor Santini. Foram apresentados os resultados do ""Monitoramento de Resíduos de Agroquímicos nas áreas de arroz irrigado"", pelo pesquisador José Alberto Noldin, da Epagri/Estação Experimental de Itajaí. Na sequência o vice-presidente do comitê e consultor do PIGIRS, Leocádio Neves e Silva e a analista de Projetos e de Geoprocessamento da AMVALI, Caroline Coelho explanaram sobre o Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos da AMVALI - PIGIRS que foi finalizado e entregue aos municípios em julho deste ano. "
Quinta, 18 Setembro 2014 21:00

Grupo Institucional debate nova Lei

O Grupo Institucional de discussão sobre Operacionalização de Comitês de Bacia esteve reunido no início do mês de setembro. O encontro aconteceu na Diretoria de Recursos Hídricos, em Florianópolis.
Sexta, 19 Setembro 2014 21:00

Dia da Árvore

Na manhã desse sábado (20/09/14) o Comitê Rio do Peixe em parceria com os Cursos de Engenharia Sanitária e Ambiental e Engenharia Química da UNOESC desenvolveram uma atividade no centro de Videira em comemoração ao Dia da Árvore!

Na ocasião foram distribuídas mudas de árvores nativas, folders e informativos dos cursos e do Comitê!

Representantes do Movimento Içarense pela Vida (MIV) visitaram a sede do Comitê da Bacia do rio Urussanga, na última sexta-feira, e discutiram, em reunião com a diretoria, a preocupação com os impactos ambientais no município de Içara.
"Com o tema ""Política Nacional de Recursos Hídricos e o papel dos Comitês de Bacias Hidrográficas"", a consultora do Programa SC Rural, Cenilda Maria Mazzucco, ministrou uma palestra para mais de 20 acadêmicos da oitava fase do curso de Engenharia Ambiental da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), na segunda-feira, dia 15 de setembro, em Criciúma."
Aconteceu no último dia 16 em Xanxerê, a primeira oficina de capacitação aos membros e comunidade sobre Comitê de Bacias.
Em pauta, a apresentação do projeto Melhoramento Fluvial da Calha do Rio Tubarão

O Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Timbó, através do seu Presidente, o Extensionista da Epagri Engenheiro Ari José Galeski, recebeu nessa sexta-feira dia 12 de setembro, da Empresa Hidroelétrica Pardos S.A, com sede em Porto União-SC, a doação de 11100 (onze mil e cem) mudas florestais nativas.

Nesta quarta, representantes do Comitê da bacia do rio Urussanga visitaram o Instituto Federal de Santa Catarina - Campus Criciúma e discutiram com o diretor geral Cedenir Buzanelo Spillere e o diretor de extensão Gilberto Tonetto, a possibilidade de parceria com aquele instituto, em atividades relacionadas a recursos hídricos.
Representantes dos comitês de bacias hidrográficas dos rios Urussanga, Araranguá e Tubarão estiveram reunidos, no dia 08 de setembro, em Criciúma(SC), para discutir as demandas de atividades realcionadas à secretaria executiva dos comitês e um modelo de entidade necessário e adequado para atender essa necessidade.
O Governo do Estado de Santa Catarina, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - Diretoria de Recursos Hídricos, convocou uma reunião na tarde de quinta-feira, 11, entre os membros do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá e da Empresa Profill Engenharia e Ambiente, responsável pelos trabalhos do Plano de Gestão Integrada, ativo desde agosto de 2013 nos 16 municípios da bacia.
"Representantes do Comitê da Bacia do rio Urussanga definiram com o presidente e técnicos da Associação dos Municípios da Região Carbonífera - AMREC, encaminhamentos referentes à execução do projeto ""Operacionalização e Fortalecimento do Comitê da Bacia do rio Urussanga - ano 2014""."
O prazo para envio de manifestações de interesse do edital da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), que visa a contratação de consultor individual para atual na região da Bacia Hidrográfica do Rio Jacutinga, foi prorrogado até o dia 26 de setembro de 2014.
Representantes dos comitês de bacias hidrográficas dos rios Urussanga, Araranguá e Tubarão estiveram reunidos, no dia 08 de setembro, em Criciúma(SC), para discutir as demandas de atividades realcionadas à secretaria executiva dos comitês e um modelo de entidade necessário e adequado para atender essa necessidade.
"Representantes do Comitê da Bacia do rio Urussanga definiram com o presidente e técnicos da Associação dos Municípios da Região Carbonífera - AMREC, encaminhamentos referentes à execução do projeto ""Operacionalização e Fortalecimento do Comitê da Bacia do rio Urussanga - ano 2014""."
A vaga é para profissionais de nível superior, com conhecimento na área ambiental e experiência, preferencialmente, na área de recursos hídricos, para atuar na região de Concórdia.
Terça, 02 Setembro 2014 21:00

Palestra no Colégio Cefrai de Fraiburgo

Na tarde do dia 03/09/14 o Comitê Rio do Peixe realizou uma palestra para aproximadamente 40 alunos das do ensino médio do Colégio Cefrai do município de Fraiburgo.
Quarta, 03 Setembro 2014 21:00

Palestra no IFC de Fraiburgo

Na noite do dia 04/09/14 o consultor técnico do Comitê Rio do Peixe realizou uma palestra para os alunos do Curso Técnico em segurança do Trabalho do IFC de Fraiburgo.
"A partir desta segunda-feira, 08, inicia uma campanha publicitária de incentivo ao cadastramento dos usuários de água, abrangendo todas as cidades da bacia hidrográfica do rio Araranguá. Em Turvo, Criciúma, Araranguá e na BR-101 placas de outdoors irão destacar a frase: ""Cadastre-se para garantir a água de sua atividade produtiva"". As peças consistem ainda em material impresso, que serão distribuídos em sindicatos, associações, cooperativas, entidades de classe, prefeituras, câmaras de vereadores, bancos, industrias, mineradoras, fornecedores de água e universidades dos 16 municípios."
Quarta, 03 Setembro 2014 21:00

Reunião do Bosque Modelo Caçador

O Comitê Rio do Peixe participou da reunião para Elaboração participativa do Planejamento Estratégico do Bosque Modelo de Caçador - Estratégias de Implementação. A mesma aconteceu dia 03/09/14 as 14:00 no auditório da Casa da Cultura de Caçador. O Comitê Rio do Peixe faz parte do Conselho do BMCDR e vem acompanhando todo o processo para sua criação e efetivação.
Município está entre os 22 municípios da Bacia Hidrográfica do Rio Tubarão e Complexo Lagunar, e um dos poucos com coleta e tratamento de esgoto
O evento ocorre no dia 25 de setembro de 2014, em Criciúma/SC. Local: ACIC - Associação Empresarial de Criciúma.
"Nesta segunda-feira, 04 de setembro, representantes do Comitê da Bacia do rio Urussanga, apresentaram a palestra ""Gestão sustentável na bacia do rio Urussanga"" para trinta professores da Escola de Educação Básica Antonio Guglielmi Sobrinho, de Içara(SC), apontaram ações sustentáveis na bacia e destacaram a importância de educar para a sustentabilidade. "
O litoral catarinense costuma atrair milhares de turistas para a temporada de verão. Cidades como Bombinhas, Itapema e Porto Belo são algumas das mais visitadas nesta época, por isso é necessário uma atenção extra no que diz respeito à infraestrutura para receber os turistas. E o problema no abastecimento de água tem se tornado um fato preocupante para esses municípios.

O chefe de gabinete de Balneário Arroio do Silva, Anderson da Silveira recebeu esta semana, 2, a consultora e engenheira ambiental do Comitê Araranguá, Michele Pereira da Silva e o técnico da empresa Profill Engenharia e Ambiente, Fábio Paganini, os quais trabalham para cadastrar os usuários de água da bacia hidrográfica do rio Araranguá.

A visita foi solicitada pelo próprio prefeito, Evandro Scaini, que preocupado com as questões ambientais, delegou um representante do município para receber informações sobre o cadastramento a fim de auxiliar àqueles que captam a água e a utilizam em suas atividades produtivas, e posteriormente devolvendo-a para o meio ambiente.

O Comitê da Bacia do Rio Tubarão e Complexo Lagunar em parceria com a Universidade Catarinense Livre do Meio Ambiente - Unicalivre realizou palestras ambientais em três cidades desta Bacia, durante o mês de agosto.
"O secretário de Educação, Cultura, Turismo e Esporte de Ermo, Ivan Delavechia, recebeu esta semana 500 kits infantis para distribuir às crianças de 07 a 12 anos da rede pública de ensino do seu município. O pedido foi feito diretamente pelo prefeito, Aldoir Cadorin, depois de tomar conhecimento junto do demais prefeitos da Amesc da Campanha de Sensibilização Infantil pela preservação das águas com o tema: ""Preservar é possível e é legal"", lançada este ano pelo Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá."
A Diretoria de Recursos Hídricos (DRHI) da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), por intermédio da equipe de fortalecimento dos Comitês, recebe nos dias 25 e 26 de setembro, no centro de treinamento da EPAGRI de São Joaquim (CETREJO), os Consultores dos 16 Comitês de Bacia de Santa Catarina.
Quarta, 27 Agosto 2014 21:00

Reunião do Conselho Consultivo

"Na tarde de hoje, dia 28 de agosto de 2014, aconteceu a terceira reunião do ano do Conselho Consultivo do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio do Peixe.

Os conselheiro do comitê se reuniram na UNOESC de Joaçaba para tratar dos seguintes assuntos: Assembléia Geral Eleitoral
Os membros da Comissão Consultiva do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá estiveram reunidos na tarde de quinta-feira, 28, no Cetrar/Epagri para a quarta reunião extraordinária de 2014. Em pauta, assuntos internos para o desenvolvimento das atividades.
Terça, 26 Agosto 2014 21:00

ANA LANÇA CHAMAMENTO PÚBLICO

Até 20 de outubro, a Agência Nacional de Águas (ANA) receberá propostas de projetos de pagamento por serviços ambientais (PSA) que se interessam em participar do Programa Produtor de Água, iniciativa que estimula práticas conservacionistas para água e solo em propriedades rurais para revitalizar bacias hidrográficas. As inscrições devem ser realizadas pelo site do Sistema de Convênios do Governo Federal (SICONV), www.convenios.gov.br. Estão previstos R$ 5,6 milhões em recursos, com limite máximo de R$ 700 mil por projeto.
No mês de agosto se comemora o Dia Mundial de Combate à Poluição e o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tubarão e Complexo Lagunar
Para poder dar ainda mais embasamento ao conteúdo trabalhado para a turma do 6º ano, a Escola de Educação Básica Deputado Valério Gomes, do município de Tijucas, convidou os técnicos Aline Tomazi e Zenir Atanázio para proferir palestra sobre a Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas.
"Na última semana, mais de cinquenta estudantes inseridos na segunda etapa do projeto ""Urussanga vira Criança"",em parceria com o Comitê da Bacia do rio Urussanga, participaram de saídas a campo e conheceram áreas preservadas e degradadas da bacia."
Silvio e Guilherme foram entrevistados na última segunda-feira pelo radialista Eduardo Ventura, da rádio Santa Catarina, de Tubarão.
Segunda, 18 Agosto 2014 21:00

Secretaria Executiva do Programa SC Rural

A Secretaria Executiva Regional do Programa SC Rural - Litoral Sul Catarinense se reuniu pela primeira vez neste ano no dia 12 de agosto
De 13 a 17 de agosto, os comitês de bacias hidrográficas dos rios Urussanga e Araranguá marcaram presença na feira AgroPonte, em Criciúma (SC), que reuniu cento e trinta expositores, incluindo trinta cooperativas da agricultura familiar e associações, e que recebeu cerca de sessenta mil visitantes.
Visando o desenvolvimento sustentável no meio rural, o Governo de Santa Catarina, por intermédio do Programa SC Rural e do Banco Mundial, está apoiando desde 2010, cerca de 90 mil famílias rurais e duas mil famílias indígenas. No início de agosto, dia 12, a Secretaria Executiva Estadual do SC Rural reuniu na sede da Polícia Ambiental em Maracajá, representantes da Secretaria Executiva Regional. O Comitê Araranguá, junto dos Comitês Urussanga e Tubarão, esteve presente.
Na tarde do dia 13/08/14 o Comitê Rio do Peixe realizou uma palestra para aproximadamente 50 alunos do ensino fundamental do Colégio Superação, no município de Videira.
Aconteceu no dia 15/08/14 a primeira reunião da Câmara Técnica de Educação Ambiental do Comitê Rio do Peixe, em Caçador.
As catástrofes naturais estão cada vez mais comuns. Elas acontecem sem aviso prévio e, na maior parte das vezes, deixam rastros de destruição. Para amenizar os danos é preciso programar políticas de prevenção. Com esse objetivo a coordenação regional da Defesa Civil realizou no dia 15 de agosto o 1º Colóquio Sul Catarinense de Proteção e Defesa Civil.

“O desafio é saber conviver com esses fenômenos e estar preparado para quando acontecerem”, reforçou o coordenador regional da Defesa Civil, Rosinei da Silveira, também secretário executivo do Comitê Araranguá.
Representantes do Comitê da Bacia do rio Urussanga participaram, nesta data, do I Colóquio Sul Catarinense de Defesa e Proteção Civil, em Criciúma(SC), que reuniu agentes estaduais e municipais de proteção e defesa civil, agentes de segurança pública, exército brasileiro, comitês de bacias hidrográficas e interessados para uma discussão qualificada e participativa sobre as conquistas e desafios da Lei 12.608/12, em relação à proteção e defesa civil nos municípios.
No dia 12 de agosto, o secretário executivo regional do Programa SC Rural - Litoral Sul Catarinense, Alberto Luiz Ávila, reuniu os membros da secretaria e apresentou um balançó do apoio do Programa SC Rural na região, a partir de 2011, com setenta e seis negócios da agroindústria familiar sendo organizados e legalizados e oitenta propriedades sendo apoiadas com melhoria do sistema de produção.
O Centro Educacional e Profissional Lydio De Brida foi reconhecido pela Rede Internacional de Escolas Criativas (RIEC) Brasil, após uma avaliação do processo em Barcelona, na Espanha, e recebeu o título de “Escola Criativa” devido à realização do projeto “Urussanga Vira Criança”, da Prefeitura Municipal de Urussanga, em parceria com o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Urussanga, que proporcionou aos estudantes um amadurecimento político e ambiental.
Para disseminar a importância da recuperação da mata ciliar, os Comitê Tijucas já realizou reuniões em vários municípios da Bacia, entre eles, Porto Belo, Tijucas, Leoberto Leal e Major Gercino. Nesta quarta-feira, dia 13, foi a vez de Bombinhas reunir os proprietários de terras para saber mais sobre o cadastro.
Esta semana, de 13 a 17 de agosto, Criciúma é referência da agricultura, do agronegócio, da pecuária e da pesca. O fato se deve a quarta edição da AgroPonte, evento já consolidado, que traz à cidade o que de melhor o campo tem a oferecer. Entre as mais de 130 empresas que participam do evento e as 25 cooperativas, que apresentam o que de melhor os seus associados têm a oferecer, está o Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá, representando as 45 entidades membro e o trabalho permanente pela preservação da quantidade e da qualidade das águas na bacia.
A Equipe Técnica do Comitê Tijucas formada pelos Biólogos Aline Luiza Tomazi e Zenir Atanazio, desenvolveu um programa educativo de intercâmbio escolar entre as Escolas dos municípios de Tijucas (Escola Ondina Maria Dias) e de Rancho Queimado (Escola Marilda Lênia Araujo).
A primeira etapa desse intercâmbio foi a realização de uma Oficina para os professores das escolas, com foco nas turmas de 5º ano. A partir daí os professores abordaram em sala de aula os conhecimentos adquiridos sobre a Bacia do Rio Tijucas.
Para contextualizar estes conhecimentos a Equipe Técnica do Comitê Tijucas promoveu em parceria com as Escolas uma aula de campo para enriquecer o conteúdo apresentado em sala de aula.
A comissão consultiva do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas esteve reunida na sede do Comitê, na última semana. O grupo analisou os encaminhamentos do Seminário Soluções para Água na Costa Esmeralda, realizado no mês de julho, na Câmara de Vereadores de Itapema. O destaque da discussão ficou por conta da Outorga concedida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável – SDS, que visa estabelecer parâmetros para a captação e determina o aumento das reservas de água captada no Rio Perequê. Ficou estabelecida a ampla divulgação das portarias para o conhecimento da população.
Com a incumbência de mediar conflitos relacionados aos recursos hídricos, conforme estabelecido no Art. 38 da Lei 9.433/97, da Política Nacional de Recursos Hídricos, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Tijucas iniciou em janeiro de 2013 as conversações entre os agentes envolvidos no conflito pela captação de água para abastecimento na Costa Esmeralda, com foco nos municípios de Porto Belo, Itapema e Bombinhas.
O Fórum ocorreu no auditório do Cettal, na Unisul.
Comitê Araranguá participa nesta sexta-feira, 15, do evento que irá discutir temas relacionados à Proteção e Defesa Civil, que ganham evidência global a partir das constantes e intensas mudanças climáticas, que geram um grande número de eventos adversos para os quais as comunidades, empresas e governos precisam se preparar.
Integrantes do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tubarão e Complexo Lagunar entregaram na última semana mapas e revistas em escolas de São Bonifácio e Anitápolis.
Nos dias 29 e 30 de abril, os membros do Comitê Timbó, Ari José Galeski (presidente), Everson Desgeniski e Inácio Faerber, participaram da Oficina Sustentabilidade dos Comitês de Bacias Catarinenses. O encontro, realizado no Hotel Plaza Baía Norte, em Florianópolis, reuniu representantes dos 16 Comitês de Bacias Hidrográficas de Santa Catarina.
Casa cheia na Assembleia Ordinária promovida pelo Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá nesta quinta-feira, 7, na sede do CETRAR/EPAGRI, quando os representantes das 45 entidades que integram o parlamento das águas atenderam a convocação do presidente, Davide Tomazi Tomaz. Destaque para a presença do prefeito de Forquilhinha, Lei Alexandre, que representou a AMREC. Na oportunidade, o Comitê Araranguá mostrou apoio à moção em prol da Lagoa do Caverá. Continue lendo...
Os representantes das 45 entidades que integram o Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá estarão reunidos nesta quinta-feira, às 14 horas, na sede do CETRAR/EPAGRI para mais uma Assembleia Ordinária.

O presidente, Davide Tomazi Tomaz recebe os membros para tratar de assuntos pertinentes e importantes na bacia, como a situação da Lagoa do Caverá, que vem desaparecendo ao longo dos anos por efeito natural, mas de maneira acelerada nos últimos tempos, por fatores humanos.
Mineração, atividade presente na economia do extremo sul catarinense, ganha destaque na bacia do rio Araranguá com a elaboração do Plano de Recursos Hídricos, que está sendo executado desde o final de 2013 a fim de definir a qualidade das águas na bacia e os meios de conservação desse bem natural.

Nesta quarta-feira, 6, o setor ganhou uma capacitação exclusiva na UNESC, ministrada por Fábio Paganini, da Profill Engenharia e Ambiente, empresa contratada pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, para levantamentos dos estudos.
O Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, junto do Comitê Araranguá e Profill Engenharia e Ambiente realiza nesta quarta-feira, dia 06, às 14 horas, na UNESC em Criciúma (bloco C, sala 17), um treinamento gratuito e exclusivo para o setor da mineração. Enquadrados como usuários de água da bacia do rio Araranguá, esse grupo será capacitado para realizar o cadastramento.
O prefeito Murialdo Gastaldon, do município de Içara(SC), reuniu-se, na última sexta feira, dia 01 de agosto, com a diretoria do Comitê da Bacia do rio Urussanga e repassou informações sobre a possibilidade de instalação, naquele município, de empresa de grande porte, para a produção de fertilizantes, a partir do carvão mineral da região.
"Os 15 prefeitos da AMESC, reunidos na sexta-feira, 01, nas dependências do 14º Arraial Fest em Sombrio tomaram conhecimento da Campanha de Sensibilização Infantil pela preservação das águas com o tema: ""Preservar é possível e é legal"", uma ação do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá, apresentada pelo presidente Davide Tomazi Tomaz. A presença do Comitê Araranguá na reunião dos prefeitos foi um convite do presidente da AMESC, Evandro Scaini, a fim de viabilizar a distribuição desse kit para todas as crianças da rede pública de ensino, de 7 a 10 anos."
"Representantes do Comitê da Bacia do rio Urussanga participaram, nos dias 30 e 31 de julho e 01 de agosto, em Araranguá(SC), do curso ""Gestão Social de Bacias Hidrográficas"", que tem por objetivo capacitar técnicos e lideranças regionais para uma atuação qualificada, mediadora e estratégica em suas bacias hidrográficas para o planejamento e gerenciamento dos recursos hídricos."
Foi realizada na última terça-feira, 29, uma reunião do Grupo de Agroecologia da Costa Esmeralda – GACE, na sede da FAACI - Fundação Ambiental Área Costeira de Itapema.
Os técnicos do Comitê Tijucas, Aline Tomazi e Zenir Atanázio participaram do encontro com o intuito de divulgar o cadastro de recuperação da mata ciliar para os participantes.
“Os membros do grupo apoiaram a ideia e vão disseminar o cadastro entre seus conhecidos.
Nos dias 30 e 31 de julho e 1o de agosto o projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água (TSGA 2) ofereceu o Curso de Gestão Social de Bacias Hidrográficas na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Campus Araranguá.
Aconteceu no dia 30/07/14 às 14h no centro de Treinamento da Epagri de Campos Novos, um dos encontros para avaliar os resultados do Projeto da Avaliação de Redes de Estações Hidrometeorológicas de Qualidade de Água. As oficinas estão sendo realizadas em quatro municípios do Estado.
A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina comunica a abertura de seleção de Consultoria Individual para Profissional graduado em Ciências da Computação e/ou Sistemas de Informação, com experiência de no mínimo um ano comprovada no desenvolvimento de software para Web e demais qualificações constantes no TOR Nº 08/2014 disponível em http//:www.aguas.sc.gov.br/scrural.
Os currículos poderão ser entregues via correio (sedex), ou em mãos, para DRHI – Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina - SDS, sito a Rodovia SC 401 - KM 5, nº 4.756 - Saco Grande II - Ed. Office Park II - CEP: 88.032-000, Florianópolis - Santa Catarina – Brasil. Poderão, ainda, ser enviados para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , até às 19:00 horas do dia 27/08/2014.
Segunda, 28 Julho 2014 21:00

Treinamento prático nesta terça-feira

O Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, junto do Comitê Araranguá realiza nesta terça-feira, dia 29, às 9 horas, na sede do Cetrar/Epagri, a terceira etapa de treinamento destinado aos usuários de água da bacia do rio Araranguá. Quem não se cadastra pode receber penalidades por não ter seu uso regularizado. O público-alvo do treinamento são as prefeituras, secretarias de obras, agricultores, criadores de animais, irrigantes, piscicultores, mineradores, indústrias, hidroelétricas e todos que dependem das águas dos rios, córregos, lagos, poços artesianos e freáticos para sua atividade produtiva.
O Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, junto do Comitê Araranguá realizou nesta terça-feira, dia 29, na sede do Cetrar/Epagri, a terceira etapa de treinamento destinado aos usuários de água da bacia do rio Araranguá.

A oportunidade de cadastro está ativa por tempo indeterminado em todo o Estado. Porém, com a elaboração do Plano de Recursos Hídricos na Bacia do Rio Araranguá, estende-se até outubro uma campanha de sensibilização para a importância do cadastramento.
Confira as fotos em nosso facebook!
A Escola Municipal de Educação Básica Antônio Knabben de Gravatal foi contemplada na última semana com material educativo e científico doado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tubarão e Complexo Lagunar, em alusão ao dia de Proteção às Florestas.
Domingo, 27 Julho 2014 21:00

SAMAE e CASAN participam de treinamento

O Setor de saneamento recebeu na tarde desta segunda-feira, 28, na sede do Cetrar/Epagri em Araranguá, treinamento para cadastro dos usuários de água, quando representantes do SAMAE de Meleiro e Araranguá, assim como da CASAN de Turvo e Maracajá foram orientados da importância desta ferramenta que vai identificar quanto de água cada um precisa para o desenvolvimento de sua atividade, para solicitar e renovar a licença ambiental de empreendimentos, liberação de financiamentos rurais e o requerimento do direito de outorga de uso da água. Participaram da capacitação ministrada por Fábio Paganini, o analista Técnico de Desenvolvimento Sustentável da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Robson Luiz Cunha e os profissionais da Empresa Profill Engenharia e Ambiente de Porto Alegre. A partir do treinamento, os participantes tornam-se atores sociais, responsáveis por propagar a necessidade e gratuidade do cadastro. Dúvidas: (48) 35220894 e 88293633.
Palestras foram realizadas com turmas da oitava série do Ensino Fundamental e com primeiras e segundas séries do Ensino Médio
Na segunda-feira, dia 28, às 14 horas na sede do Cetrar/Epagri em Araranguá vai ocorrer um treinamento voltado ao setor de saneamento. Enquadrados como usuários de água, esse grupo será capacitado para realizar o cadastramento. Os trabalhos serão conduzidos pelo técnico da empresa Profill Engenharia e Ambiente, Fábio Paganini.
O Comitê Rio do Peixe esteve presente na Reunião do Conselho do Bosque Modelo de Caçador. Essa reunião teve como objetivo dar continuidade ao processo de elaboração do Plano Estratégico do BMCDR, e principalmente auxiliar na elaboração do diagnóstico necessário para o processo de consolidação do BMCDR.
projeto ambiental ainda não"
Estruturação do Sistema Estadual de Monitoramento e Alerta Hidrometeorológico de Santa Catarina
Quinta, 17 Julho 2014 21:00

Reunião define organização do Fórum

Os técnicos do Comitê Tijucas,Aline Tomazi e Zenir Atanázio participaram de reunião nesta semana com integrantes do Comitê Camboriú e Comitê Itajaí com o intuito organizar a edição do Fórum Catarinense de Comitês de Bacia Hidrográfica, programado para os dias 13, 14 e 15 de outubro, com data a ser confirmada posteriormente. O local escolhido para o evento é o Centro de Treinamento da Epagri, no município de Itajaí.
A Câmara de Vereadores de Canelinha foi o local escolhido para a entrega da premiação do 4º Concurso de Redação “Água e Mudanças Climáticas, promovido pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas.
Foi realizada nesta quarta-feira (16) a XXV Assembleia Geral Ordinária Eleitoral na qual nova Diretoria e Conselho Consultivo foram eleitos e assumiram a gestão para o biênio 2014-2016. A Assembleia foi conduzida pelo Secretário Executivo Leocádio Neves e Siva e pelo Presidente Sérgio Victor Santini.
A Secretaria de Desenvolvimento Regional de Joaçaba e a Fundação Universidade do Oeste de Santa Catarina (Funoesc) firmaram convênio no valor de R$ 150 mil para a operacionalização e fortalecimento do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio do Peixe. O documento foi assinado na sexta-feira (11), pela secretária regional Nelci Trento Bortolini e o reitor Aristides Cimadon. Acompanharam o ato o presidente do Comitê, Ricardo Marcelo de Menezes, e o gerente de Agricultura e Desenvolvimento Econômico Sustentável da SDR, Israel Casagrande. O recurso foi viabilizado por meio do Fundo Estadual de Recursos Hídricos.
Para garantir a conservação dos recursos hídricos em Santa Catarina, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), por intermédio da sua Diretoria de Recursos Hídricos, com recursos garantidos pelo Banco Mundial, contratou a elaboração do Plano de Gestão Integrada da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá, que abrange 16 municípios divididos entre Amesc e Amrec.

Na quinta-feira, 10 de julho, representantes da SDS e da empresa Profill Engenharia e Ambiente, empresa que venceu a licitação do Governo para este trabalho projetado para ocorrer em dois anos, foram recebidos pelo presidente do Comitê Araranguá, David Tomazi Tomaz e pelos membros da Comissão de Acompanhamento do Plano.

Em pauta, apresentação e discussão do planejamento de trabalho a ser executado na etapa B.
Uma reunião foi realizada na localidade de Boa Esperança, no município de Major Gercino. O objetivo do encontro foi mobilizar a comunidade para fazer o cadastro da recuperação da mata ciliar, o mesmo ainda fez parte de uma reunião do grupo de agricultura orgânica da localidade de Pinheiral.
Os problemas enfrentados pela falta de água nos municípios de Itapema, Porto Belo e Bombinhas levaram o Comitê Tijucas a liderar ações em busca de soluções. Com a conclusão do estudo “Aumento da Adução de Água Bruta para o Abastecimento Público dos municípios de Itapema, Porto Belo e Bombinhas”, realizado pela empresa MPB Engenharia, o Comitê partiu para a mobilização das autoridades, sociedade civil organizada e população como um todo dos municípios envolvidos.
Para dar continuidade a entrega da premiação do 3 º Concurso de Desenho e 4º Concurso de Redação, o Comitê Tijucas esteve reunido na Câmara Municipal de Vereadores de Porto Belo na última segunda-feira, dia 30 de junho.
Almoço e lanches serão por conta do TSGA
Acadêmicos de Engenharia de Agronomia da antiga Escola Agrotécnica Federal de Sombrio (EAFS/SC), hoje Instituto Federal Catarinense Câmpus Santa Rosa do Sul, receberam no mês de junho a visita do Presidente do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá, Davide Tomazi Tomaz. Na oportunidade, os alunos ouviram sobre o processo de mobilização para constituição do Comitê em 1997 (o primeiro no Estado), sua implantação, forma de constituição, missão e objetivos, bem como receberam um parecer dos trabalhos realizados nos 16 municípios que integram a bacia do rio Araranguá ao longo desse tempo.
O Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá, representado pelo seu presidente, Davide Tomazi Tomaz, recebeu os membros da Comissão Consultiva para a 65ª Reunião Ordinária na tarde de 03 de julho, na sede do Cetrar/Epagri. Um dos principais assuntos da pauta foi sobre o Projeto FEHIDRO, aprovado no fim de 2013, mas liberado somente neste segundo semestre de 2014.
"O Colegiado de Defesa Civil da AMVALI juntamente com a Câmara Técnica de Prevenção de Cheias e Desastres Naturais da Bacia Hidrográfica do Rio Itapocu realizaram ""Mesa Redonda: Avaliação do Evento Hidrológico de Junho de 2014 na Bacia do Rio Itapocu"", na tarde de ontem (1º), na sede da AMVALI. O objetivo foi verificar a magnitude e o gerenciamento de resposta do evento crítico que atingiu os municípios do Vale do Itapocu em junho deste ano."
Amanhã, 03 de julho, será um dia histórico para o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas. Um Seminário intitulado “Soluções para Água na Costa Esmeralda” está sendo promovido como mais uma alternativa para os conflitos da falta de água nos municípios de Bombinhas, Porto Belo e Itapema.
"Nos dias 25 e 26 de junho, o Comitê da Bacia do rio Urussanga realizou uma oficina de capacitação direcionada para professores de diversas disciplinas que integram a 2ª edição do projeto ""Urussanga vira Criança"" e tem por objetivo capacitar para a prática de ações socioambientais no município, a partir das reinvindicaççoes elaboradas pelos alunos na preimeira edição do projeto, entregue aos gestores públicos de Urussanga, em 2013."
No dia 25 de junho, a 27ª assembleia geral do Comitê da Bacia do Rio Urussanga aprovou parecer favorável da Câmara Técnica de assessoramento referente a projeto de macrodrenagem no município de Içara, discutiu alternativas de entidades para exercer a secretaria executiva do comitê e acompanhou o andamento das atividades no mês de junho.
Almoço e lanches serão por conta do TSGA
Os acadêmicos de engenharia ambiental da cadeira de Gestão Hídrica ficaram conhecendo as atribuições do Comitê e suas dificuldades.
O presidente do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas, no uso de suas atribuições legais e considerando, conforme Art. 2º da Resolução Nº 02 deste Comitê, a não manifestação de interesse a todas as vagas de assento em aberto no prazo inicialmente estipulado, torna público a retificação do Edital para Reestruturação da Composição do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas, postergando em 60 dias seu prazo final de manifestação de interesse, conforme descrito a seguir:
Nos dias 30 e 31 de julho e 1o de agosto o projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água (TSGA 2) estará oferecendo o Curso de Gestão Social de Bacias Hidrográficas. O objetivo é capacitar o público alvo, profissionais que atuam com a Gestão de Bacias Hidrográficas ou Planejamento para uma atuação qualificada, mediadora e estratégica em suas regiões, a fim de planejarem e gerenciarem com eficácia os recursos hídricos.
Um grupo formado por representantes dos municipais da bacia, sindicatos e escritórios de planejamento agropecuários recebeu na manhã de sexta-feira, dia 27, na sede do Cetrar/Epagri, em Araranguá, um treinamento prático para o cadastramento de usuário de água, ação que vai garantir a continuidade do uso do recurso hídrico nas atividades produtivas de agricultura e criação animal.
O Comitê segue com as reuniões de cadastramento para recuperação da mata ciliar. Nesta semana os técnicos e o representante da secretaria executiva, José Leal Silva Júnior, promoveram o encontro no município de Leoberto Leal. Participaram a assistente administrativa do gabinete, Silvânia Capistrano Lopes, o secretário de Agricultura, Fernando Lopes e a secretária de Educação, Cilene da Cunha.
Na última terça-feira, dia 24 de junho, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas fez a entrega da premiação do 4º Concurso de Redação. Realizado em comemoração ao Dia da Água, o concurso teve como tema “Água e Mudanças Climáticas”.
A comissão consultiva do Comitê Tijucas realizou no dia 18 de junho a 57ª reunião. Os membros estiveram reunidos na sede do Comitê para discutir alguns assuntos, entre eles a avaliação do mês da água, o recurso da FEHIDRO 2014 e o andamento das reuniões do cadastro de recuperação da mata ciliar.
Quinta, 19 Junho 2014 21:00

Maratona fotográfica é prorrogada

Devido ao grande sucesso a nossa Maratona Fotográfica Segredo das Águas, o Comitê Tijucas decidiu postergar a data para participação!
Na tarde de hoje (25/06/14), membros dos Comitê Rio do Peixe, Comitê Rio Canoas, Comitê Rio Jacutinga e Comitê Rio Chapecó e Irani, se reuniram na UNOESC Joaçaba, para deliberar sobre os seguintes assuntos: Modelo das Secretarias Executivas dos Comitês e Contratos de Gestão.
A reunião serviu para determinar os principais elementos que devem constituir a contrato de gestão entre as entidades parceiras e os comitês e também para fortalecer a união desses comitê para o desenvolvimento de atividades e ações em prol da gestão dos recursos hídricos.
Geral Ordinária"
Previsões indicam um intenso período de chuvas na nossa região. De acordo com especialistas, os índices pluviométricos serão altos e podem trazer danos e prejuízos. Diante desta previsão, é preciso que as Defesa Civis de cada município, bem como os órgãos de apoio integrantes do sistema redobrem a atenção às condições climáticas e aos alertas da Defesa Civil Estadual. A previsão indica que a situação deve ficar pior a partir desta quinta-feira, (26/06).
Cada uma das 106 escolas municipais recebeu um mapa da bacia hidrográfica (Região Hidrográfica 09)
Os usuários de água dos 16 municípios integrantes da bacia do rio Araranguá precisam realizar o cadastro para garantir a outorga do direito de uso da água. Operações bancárias e renovação de licenças ambientais também vão exigi-lo. A ordem de cadastramento vai solucionar futuros e possíveis conflitos. Para saber mais basta ligar nos telefones (48) 35220894 e/ou 88293633. O atendimento também funciona via e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e/ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .
Nesta segunda-feira, o presidente da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC) assinou o convênio referente ao repasse do valor de R$ 150mil do Fundo Estadual de Recursos Hídricos para a operacionalização e fortalecimento do Comitê da Bacia do Rio Urussanga.
O aumento da adução de água bruta para abastecimento púbico de água dos municípios de Itapema, Porto Belo e Bombinhas é tema tratado com extrema importância pelo Comitê Tijucas..
O Consultor Técnico do Programa SC Rural e do Comitê Rio do Peixe, Mauricio Perazzoli, realizou no dia de hoje (16/06/14), palestras no Colégio Superativo do município de Joaçaba.

Alunos do sexto a nono anos, tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a Bacia Hidrográfica do Rio do Peixe e sobre o Comitê Rio do Peixe. A palestra foi focada nos principais problemas ambientais encontrados na bacia, suas causas, consequências e possíveis soluções.
O presidente do Comitê Araranguá, Davide Tomazi Tomaz liderou uma comitiva até a SDR de Criciúma no início do mês para acompanhar a assinatura do convênio para o Projeto de Operacionalização e Fortalecimento do Comitê Araranguá para o ano de 2014, feita pelo presidente da ADISI, Sérgio Marini.
Nesta sexta. dia 13, membros da Câmara Técnica de Assessoramento ao Comitê da Bacia do Rio Urussanga estiveram reunidos juntamente com representantes da Prefeitura e da Fundação Ambiental de Içara para analisar Projeto de Macrodrenagem do Rio Linha Três Ribeirões, no município de Içara(SC).
"A Prefeitura Municipal de Araranguá, através da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fama) elaborou uma programação abrangente para comemorar a Semana do Meio Ambiente, cuja data oficial é 5 de junho. Nesta quarta-feira, dia 11, apresentações culturais e exposições movimentaram a Praça Hercílio Luz. O Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá participou promovendo a Campanha de Sensibilização Infantil ""Preservar é Possível e é Legal""."
A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina comunica a abertura de seleção de Consultoria Individual para Profissional graduado Profissional com formação superior em Engenharias: Sanitária, Sanitária e Ambiental, Química ou Agronômica, com no mínimo 1 ano de experiência na área de Recursos Hídricos e ou Hidrologia e demais qualificações constantes no Termo de Referência n° 06/2014.
Os currículos poderão ser entregues via correio (sedex), ou em mãos, para DRHI – Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina - SDS, sito a Rodovia SC 401 - KM 5, nº 4.756 - Saco Grande II - Ed. Office Park II - CEP: 88.032-000, Florianópolis - Santa Catarina – Brasil. Poderão, ainda, ser enviados para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , até às 19:00 horas do dia 27/06/2014.
A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina comunica a abertura de seleção de Consultoria Individual para Profissional graduado Profissional com formação superior em Engenharias: Sanitária, Sanitária e Ambiental, Química ou Agronômica, com no mínimo 1 ano de experiência na área de Recursos Hídricos e ou Hidrologia e demais qualificações constantes no Termo de Referência n° 01/2014.
Os currículos poderão ser entregues via correio (sedex), ou em mãos, para DRHI – Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina - SDS, sito a Rodovia SC 401 - KM 5, nº 4.756 - Saco Grande II - Ed. Office Park II - CEP: 88.032-000, Florianópolis - Santa Catarina – Brasil. Poderão, ainda, ser enviados para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , até às 19:00 horas do dia 27/06/2014.
"Neste dia 07 de junho, o Comitê da Bacia do Rio Urussanga reuniu os participantes do 2º concurso fotográfico ""De Olho nos Usos da Água na Bacia do Rio Urussanga"", em evento na Praça Anita Garibaldi, em Urussanga, realizou exposição fotográfica, premiou os vencedores e entregou certificados aos inscritos.
Ver imagens em www.comitedoriourussanga.blogspot.com.br "
"Neste dia 7 de junho, o Comitê da Bacia do Rio Urussanga recebeu da Fundação do Meio Ambiente de Urussanga - FAMU o prêmio ""Empresa Cidadã"", por colaborar com o projeto ""Urussanga Sustentável""."
"O Comitê Tijucas se reuniu hoje para o terceiro encontro com a câmara técnica consultiva. Em pauta a avaliação do estudo realizado pela Associação de Mineradores de Argila e Areia do Vale do Rio Tijucas - AMAAVART, intitulado ""Cálculo de Estabilidade dos Taludes localizados às Margens dos Rios Tijucas e Alto Braço""."
Nesta segunda-feira, 02, os representantes do Comitê Tijucas, Adalto Gomes, Zenir Atanázio e Aline Tomazi estiveram no CETRAR da EPAGRI, em Araranguá. Na oportunidade discutiram a sustentabilidade dos comitês, em continuidade a oficina realizada no último mês em Florianópolis.
Terça, 03 Junho 2014 21:00

Era uma vez o rio Mãe Luzia

"O Comitê Araranguá, representado pelo presidente Davide Tomazi Tomaz e pela vice-presidente, Yasmine de Moura Cunha, prestigiou junto do coordenador do Fórum Catarinense de Comitês de Bacias Hidrográficas e presidente do Comitê do Rio Tijucas, Adalto Gomes, o lançamento do livro ""Era uma vez o rio Mãe Luzia"" na terça-feira, 3 de junho, na Unesc. Os autores, o professor doutor Carlos Renato Carola e o historiador Nilso Dassi relatam histórias na publicação. O rio foi tema do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Dassi no curso de História da Unesc, do qual Carola é professor."
Uma Assembleia Geral Ordinária nas dependências da Unesc em Criciúma encerrou na tarde de 3 de junho o Fórum Catarinense de Comitês de Bacias Hidrográficas, quando representantes dos Comitês do Estado definiram em comum acordo pontos de vital importância para a sustentabilidade dos órgãos colegiados. Uma das ações foi elaborar um documento com reivindicações que será entregue a secretária do Estado de Desenvolvimento Sustentável, Lucia Gomes Vieira Dellagnelo, em audiência que será marcada para os próximos dias.
Na tarde desta terça-feira, 03 de junho, representantes de comitês de bacias hidrográficas catarinenses, reunidos em assembleia geral, elaboraram documento com reivindicações e definiram um cronograma de ações e articulações, visando melhorar a atuação dos órgãos colegiados na gestão dos recursos hídricos catarinenses.
A realidade dos territórios onde estão inseridos os 16 Comitês de Bacias Hidrográficas e Santa Catarina foi um dos assuntos ressaltados na manhã desta terça-feira, dia 3 de junho, durante o segundo dia do Fórum Catarinense de Comitês de Bacias Hidrográficas, na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). O evento, coordenado pelo Comitê do Rio Urussanga com o apoio dos Comitês dos Rios Araranguá, Tubarão e Tijucas, contou com a participação de autoridades, estudantes e profissionais da área ambiental. O geógrafo e diretor do Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia, Dr. Claudio Antonio Di Mauro, explanou sobre a gestão de conflitos relacionados aos usos do solo e dos recursos hídricos nas bacias hidrográficas e os riscos para a segurança alimentar.
Pagina 1 de 16

Parceiros Parceiros Parceiros Parceiros

(48) 3665-4200

Horário de Atendimento:

2a a 6a | 12h às 19h

Rod SC 401, km5, 4756 Ed. Office Park, bl. 2

Saco Grande, Florianópolis CEP 88032-00