Comitê de Gerenciamento Bacia Hidrográfica do 

Rio do Peixe

Notícias

Notícias (333)

 

No dia 22 de novembro de 2019 será realizada uma visita técnica na propriedade do Sr. Davi Pontes em Calmon/SC, onde está localizada uma das principais nascentes do Rio do Peixe. Serão ofertadas 25 vagas para a visita, tanto para membros do Comitê, assim como pesquisadores, estudantes e comunidade em geral.
O evento é uma promoção do Comitê Rio do Peixe, com organização e assessoramento da Ecopef.

As inscrições podem ser realizadas através do link: https://forms.gle/pfV5gggSTqReq9Bi8 até o dia 15 de novembro de 2019.

 

Na sexta feira, 22 de novembro de 2019, membros do Comitê Rio do Peixe fizeram uma visita técnica a nascentes do rio do Peixe, no município de Calmon, SC, com o objetivo de conhecer melhor o local e diagnosticar as condições de proteção e com base nessas informações propor alternativas que ajudem na preservação do manancial.  As nascentes estão localizadas em meio a uma extensa área de banhados numa altitude de 1230 metros na propriedade do produtor Davi Pontes. O proprietário é um entusiasta na defesa das nascentes. No dia da visita, ele fez questão de guiar os técnicos para percorrer o banhado, apontando os diferentes locais onde havia o afloramento da água que originam vários pequenos córregos. É a partir daí que se forma o rio do Peixe, um dos rios mais importantes de Santa Catarina, atingindo 26 municípios e responsável pelo abastecimento de uma população de aproximadamente 450 mil pessoas. O rio também oferece água para produção agrícola, indústria e energia hidráulica. “A visita foi uma oportunidade para conhecermos as nascentes do principal rio  de nossa bacia e também de reconhecer a importância de sua proteção. Por isso que nos próximos dias já estaremos propondo um projeto para que através de entidades parceiras possamos ajudar o seu Davi nessa tarefa de preservação dessa área”, garantiu Andrei Goldbach, presidente do Comitê Rio do Peixe.

Participaram da visita 23 pessoas entre técnicos e pesquisadores. A ação foi promovida pelo comitê Rio do Peixe e faz parte de mais uma etapa de capacitação dos seus membros. Foi organizada pela equipe de técnicos da entidade executiva ECOPEF com o apoio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SDE).

Membros da Diretoria e Comissão Consultiva se encontraram na tarde do dia  17 de outubro de 2019, na Unoesc em Videira, SC, para a realização da reunião de Planejamento Estratégico para o ano de 2020. Inicialmente, os participantes fizeram uma avaliação sobre a atuação do Comitê ao longo dos anos e, depois, debateram perspectivas para a entidade para o próximo ano. Houve ampla participação de todos os presentes, que tiveram a oportunidade de manifestar suas ideias e sugestões para o bom andamento das atividades do Comitê.

A coordenação do evento de discussão e elaboração das propostas foi feita pelo engenheiro sanitarista e ambiental, Rafael Leão com o apoio da equipe técnica da Ecopef a qual atua junto do Comitê Rio do Peixe: engenheira sanitarista e ambiental, Laís Bruna Verona e a auxiliar administrativa Alana Nora.

Aconteceu nesta terça-feira, 05 de novembro de 2019 na UNOESC Videira-SC, a Assembleia Geral Ordinária do Comitê do Rio Peixe que trouxe definições muito importantes para o próximo ano de atuação da entidade. Os membros decidiram criar duas Câmaras Técnicas que terão a finalidade de promover o estudo e sugestão de alteração do Regimento Interno do Comitê e de acompanhar o desenvolvimento e atividades do Plano de Bacias do Comitê que está em fase de licitação junto a SDE. A intenção é de que estas duas Câmaras Técnicas apresentem resultados que deverão ser aprovados em Assembleias de 2020. “Nós estamos com uma expectativa muito boa em relação a elaboração do Plano de Bacias do Comitê. A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE) deve contratar em breve a empresa que irá fazer este trabalho e nós precisamos estar com a nossa parte pronta para acompanhar a construção deste documento”, afirmou Andrei Goldbach, presidente do Comitê.

Durante o encontro também foram apreciadas e aprovadas outras medidas dentro do Planejamento Estratégico para 2020. Em resumo, definiu-se como prioritário a promoção de uma aproximação com entidades públicas e privadas na busca pela visibilidade e divulgação e na busca por recursos financeiros para a elaboração de projetos e ações socioambientais. Os membros também consideraram fundamental dar continuidade ao processo de capacitação dos membros e agente estratégicos do Comitê e intensificar o processo de comunicação e divulgação das atividades do Comitê através de meios digitais para dar mais visibilidade ao trabalho desenvolvido. “Com todos estes desafios pela frente, acreditamos que poderemos realizar um trabalho melhor ainda a partir do ano que vem”, falou Goldbach.

Confira o Informativo do Comitê Rio do Peixe

O Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio do Peixe vem a edital, convidar a todos para a participação da Assembleia Geral Ordinária, que será realizada no dia 05 de novembro de 2019, às 13h30 no Salão Nobre, Bloco A, da Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC – VIDEIRA.
Para conhecimento prévio de todos, encontra-se anexo o edital

 A participação de todos os membros é muito importante para o bom andamento das atividades do Comitê Rio do Peixe!

Membros dos quatro Comitês de Bacia do Oeste e Extremo Oeste de Santa Catarina (Rio Jacutinga, Rio das Antas, Rio Chapecó/Irani e Rio do Peixe) e técnicos da Ecopef participaram do XXI Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas (ENCOB) realizado entre os dias 21 e 25 de outubro, em Foz do Iguaçu/PR. O objetivo do encontro foi debater com os representantes dos Comitês de Bacias Hidrográficas (CBHs) sobre as oportunidades e desafios para promover a gestão integrada das águas, de forma participativa e descentralizada. A edição deste ano teve como tema principal “Gestão das Águas - #FALACOMITÊ”. “A presença dos membros dos comitês e técnicos da Ecopef é uma demonstração de que o evento é de extrema relevância e a adoção de medidas para gestão da água no território são urgentes”, analisou Rafael Leão, presidente da Ecopef, entidade que presta assessoria técnica aos comitês.

Durante o encontro foi possível acompanhar vários debates. Entre eles o ocorrido no Fórum Catarinense dos Comitês que reuniu boa parte do segmento e permitiu uma análise importante da conjuntura estadual. “Debatemos sobre algumas dificuldades sentidas à cerca da liberação de recursos, também sobre os dois Planos de Bacia que ainda não foram realizados no Estado e o processo de atualização dos Regimentos Internos. Um evento como este qualifica o setor que fica mais preparado para continuar o trabalho de gestão das águas em Santa Catarina”, resumiu Ricardo de Menezes, presidente do Fórum.

O ENCOB é uma promoção anual do Fórum Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas que se configura na instância colegiada formada pelo conjunto dos Comitês de Bacias Hidrográficas legalmente instituídos no âmbito do Sistema Nacional e dos Sistemas Estaduais de Recursos Hídricos. A temática escolhida leva em conta, invariavelmente, a própria missão dos Comitês de Bacia que prevê a gestão participativa e compartilhada entre todos os componentes do Sistema de Gerenciamento de Recursos Hídricos do Brasil.

 

O Comitê Rio do Peixe realizou na quinta-feira, 17 de outubro de 2019, na Unoesc, Videira, SC, oficina sobre Regimento Interno (RI) para capacitar os membros sobre a revisão e atualização do documento. A ação obedece a resolução o n. 19/2017 do Conselho Estadual de Recursos Hídricos. A capacitação foi coordenada pelo geógrafo e Gerente de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos da SDE-SC, Vinícius Constante. Todos os Comitês de Bacia de Santa Catarina estão passando por este processo. Durante a oficina foi criada uma Câmara Técnica que ficará responsável pela elaboração de uma Minuta do RI que, posteriormente, deverá ser apresentada em assembleia geral extraordinária para a aprovação. “Essa adequação vai permitir que o Comitê Rio do Peixe atue dentro do que prevê a legislação, garantindo segurança jurídica nas suas decisões”, resumiu Andrei Goldbach, presidente do Comitê.

Os Comitês do Estado estão passando por uma revisão do regimento interno, de acordo com o que preconiza a Resolução nº 19/2017.
Para dar início a esse processo no Comitê Rio do Peixe, será realizada no dia 17 de outubro, uma oficina de capacitação com o geógrafo e gerente de planejamento e gestão de recursos hídricos da SDE, Vinícius Constante, que irá explanar sobre a Resolução nº19/2017 e apontará as principais mudanças que irão ocorrer a partir de 2020.

A oficina será realizada no Salão Nobre da Unoesc Videira, a partir das 13h30.

As inscrições antecipadas podem ser realizadas através do link: https://forms.gle/mogRvbSz9KLhDHAG9 ou pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

“Mais do que punir os usuários de água, nós queremos que as pessoas regularizem a situação”, a fala da Gerente Estadual de Outorga da SDE/SC, engenheira ambiental, Marcieli Bonfante Visentin, foi em resposta a uma pergunta feita pela plateia presente no Fórum do Comitê Rio do Peixe sobre Cadastro de Usuários de Água e Outorga ministrada por ela na tarde de terça-feira, 01 de outubro de 2019, na Unoesc-Joaçaba, SC. A questão sobre a regularização dos usuários de água e punição aqueles em situação irregular resume uma das principais preocupações no setor atualmente. Marcieli procurou tranquilizar a todos sobre este tema e outros que preocupam a sociedade e disse que a ideia é que todos façam o cadastro e solicitem a outorga de direito de uso. “Estes são instrumentos fundamentais para a gestão dos recursos hídricos em Santa Catarina”, complementou ela.

A Gerente Estadual de Outorga explicou detalhadamente quais as condições que implicam na necessidade da realização do cadastro e no pedido de outorga. A plateia composta por membros do comitê, usuários de água, técnicos que assessoram comitês de bacia, estudantes e extensionistas, acompanhou tudo atentamente e, ao final, promoveu um debate importante com muitos questionamentos a ela.

O presidente do Comitê do Rio do Peixe, Andrei Goldbach, disse que a presença de Marcieli é mais um sinal do estágio atual das discussões em torno da gestão dos recursos hídricos. Ele avaliou que agora há um canal aberto de comunicação com o governo do Estado, o que não acontecia anteriormente. “Este encontro de hoje está sendo muito importante e ela é a pessoa que precisávamos conversar e tirar dúvidas. Na plateia estão multiplicadores desta informação que, de alguma forma, estão envolvidos no processo de quantificação e qualificação dos recursos hídricos, dados que necessitamos para fazer a gestão destes recursos”, ressaltou Golbach.

Durante a Oficina foram repassadas informações sobre o preenchimento do cadastro de usuários de recursos hídricos e os procedimentos para requerer a outorga de uso da água. Em Santa Catarina quem concede a outorga é a SDE – Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que atua como o órgão outorgante estadual, para aqueles rios considerados de domínio estadual, a exemplo do rio do Peixe e das águas subterrâneas que, conforme a legislação, também são de domínio dos estados. 

O evento foi promovido pelo Comitê Rio do Peixe e contou com a mobilização e organização da ECOPEF, entidade executiva que assessora os Comitês de Bacia do Oeste de SC e apoio da Unoesc.

Pagina 1 de 24

Parceiros Parceiros Parceiros Parceiros

(48) 3665-4200

Horário de Atendimento:

2a a 6a | 12h às 19h

Rod SC 401, km5, 4756 Ed. Office Park, bl. 2

Saco Grande, Florianópolis CEP 88032-00