Comitê de Gerenciamento Bacia Hidrográfica do 

Rio do Peixe e Bacias Contíguas

Terceira etapa do Planejamento Estratégico define objetivos e metas estratégicas Destaque

Comitê Rio do Peixe

O Comitê Peixe realizou no dia 08 de maio, das 13h30 às 17h00, na UNOESC Videira, a reunião que tratou sobre a terceira etapa da elaboração do Planejamento Estratégico. O foco deste encontro foi a construção dos objetivos e planos estratégicos de ação para os próximos 5 anos. Estiveram presentes 17 representantes de 15 organizações-membro integrantes do Comitê Peixe. A elaboração do Planejamento Estratégico é um processo de reflexão de longo prazo e constrói, de forma conjunta, as metas e estratégias para contribuir com as atribuições legais do Comitê em prol da gestão da água no território.

As duas primeiras etapas realizadas possibilitaram um momento para aprofundar os temas, elencar as prioridades, pontuar os desafios e promover uma reflexão sobre as forças, oportunidades, fraquezas e ameaças, internas e externas ao Comitê, e para definir a missão de trabalho e a visão de futuro até o ano de 2029 na bacia hidrográfica. Nesse sentido, a plenária definiu como sua missão “Promover o debate e deliberar ações de forma contínua e participativa para a gestão dos recursos hídricos, visando o desenvolvimento e a sustentabilidade da Bacia do Rio do Peixe”, e como sua visão “Ser referência na articulação de ações para a proteção dos recursos hídricos, na informação e mediação de conflitos, de forma participativa na Bacia Hidrográfica do Rio do Peixe (até 2029)". Pautados nessas definições, os participantes da terceira etapa do Planejamento Estratégico, conduzida pelo Técnico de Gestão Ambiental da Entidade Executiva UNC, Msc. em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos, Sr. Rafael Leão, tiveram a oportunidade de refletir e discutir sobre os objetivos e os planos estratégicos de ação. 

A metodologia adotada consistiu inicialmente na observância, discussão e hierarquização dos 4 objetivos gerais do Plano Estadual de Recursos Hídricos, pautados na melhoria da qualidade e no uso racional de água, no aumento da resiliência frente aos eventos hidrológicos críticos e no fortalecimento da gestão dos recursos hídricos. Levando em consideração a realidade da Bacia Hidrográfica do Rio do Peixe, foi unânime a concordância entre os presentes de que o primeiro objetivo a ser perseguido pelo Comitê é o fortalecimento da gestão hídrica na bacia, tendo como foco inicial, a busca pela elaboração do Plano de Recursos Hídricos. É por meio desse instrumento que é realizado o diagnóstico, o prognóstico e são determinados os planos de ação para conservação, melhoria e preservação da água na bacia. 

Ainda em relação aos objetivos, elencou-se que o aumento da resiliência frente aos eventos hidrológicos críticos também é de suma importância, uma vez que a bacia hidrográfica tem sofrido de forma recorrente com eventos de cheia e também de crise hídrica. Por isso, é fundamental que o Comitê esteja preparado para atuar, não somente durante e após a ocorrência, mas também pensando em estratégias preventivas. 

Após a discussão sobre os objetivos, os representantes iniciaram o desenvolvimento do Plano Estratégico de Ação, que consiste na definição, para cada objetivo, das ações, das atividades, do cronograma e das pessoas responsáveis por sua execução e monitoramento.  Assim, com base na hierarquização proposta na primeira parte da discussão,  o primeiro plano de ação teve foco nas estratégias a serem adotadas para a elaboração do plano de recursos hídricos da bacia. Dentre as atividades elencadas, está a aproximação do Comitê com as associações de municípios e com as próprias organizações que o integram, para demonstrar a necessidade de que seja elaborado o Plano de Bacia e, a partir disso, unir forças para reivindicá-lo junto ao governo estadual. 

A partir das definições, o objetivo do grupo agora é colocar em prática o plano de ação e manter reuniões periódicas de monitoramento da execução das atividades. Nesse sentido, foi acordado que o monitoramento do planejamento estratégico será feito mensalmente, por meio de reuniões da Câmara Técnica para Assuntos Institucionais e Administrativos, e será coordenado pela representante da OAB, Dra. Patrícia Piovesan. Para Patrícia, o planejamento estratégico irá contribuir com a busca pela elaboração o plano de bacia. "Atuando como representante de instituição membro junto ao Comitê Peixe e como monitora do planejamento estratégico, a expectativa é de que possamos avançar nas etapas, aproximar o contato com o governo de Estado e formalizar o Plano de Recursos Hídricos do Comitê Peixe".

Desde o ano passado, o Comitê Peixe está inserido no Projeto Uruguai-Oeste de Comitês de Bacias Hidrográficas, que tem a Universidade do Contestado como Entidade Executiva e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC) como Agência Financiadora. A iniciativa reúne mais quatro comitês:  Jacutinga, Chapecó e Irani, Antas e Afluentes do Peperi-guaçu e Canoas-Pelotas, abrangendo grande parte do território catarinense.

 

Ler 259 vezes Última modificação em Terça, 14 Maio 2024 14:22

Parceiros Parceiros Parceiros Parceiros

(48) 3665-4200

Horário de Atendimento:

2a a 6a | 12h às 19h

Rod SC 401, km5, 4756 Ed. Office Park, bl. 2

Saco Grande, Florianópolis CEP 88032-00