Comitê de Gerenciamento Bacia Hidrográfica do 

Rio do Peixe e Bacias Contíguas

Comitê Rio do Peixe apresenta ações na Câmara de Vereadores de Joaçaba Destaque

Francine Wordell

O Rio do Peixe corta o Estado de Santa Catarina de norte a sul. Possui uma extensão de 299 km e suas águas passam por 27 municípios. A existência do rio está diretamente ligada à colonização e ao desenvolvimento da região. A tribuna da Câmara de Vereadores de Joaçaba recebeu, em sessão de quarta-feira (2), o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio do Peixe. 

Ricardo Marcelo de Menezes falou sobre as ações mais recentes da instituição. Menezes atendeu a convite feito pelo vereador Vilmar Zilio. Zilio, aliás, representa o Poder Legislativo junto ao Comitê.

Menezes apresentou um relatório das ações da entidade entre 2014 e 2015. O Comitê, segundo ele, atua para garantir a qualidade e quantidade da água presente junto a Bacia Hidrográfica do Rio do Peixe. Também promove o debate de questões relacionadas aos recursos hídricos, bem como, eventos, palestras e oficinas. Todos os membros prestam um trabalho voluntário, com exceção de um consultor.

“Hoje, não sabemos precisar quanta água há disponível na Bacia do Rio do Peixe, composta por 27 municípios, porque nos faltam estudos mais completos como, por exemplo, o Plano Estadual de Recursos Hídricos. Este dado é muito importante e estamos encaminhando as ações necessárias para chegar a esta informação”, disse Menezes. No momento, o foco é o levantamento de dados para o cadastro de usuários das águas do rio, ou seja, identificar quem retira água do rio, para qual finalidade e quanto. 

Renaturalização do Rio do Tigre

Menezes apresentou um projeto desenvolvido em 2011, tendo o Comitê como parceiro, denominado de a Renaturalização do Rio do Tigre, um afluente do Rio do Peixe que está localizado inteiramente no Município de Joaçaba. O estudo revela dados sobre fauna, flora, solo, água, entre outros elementos e apontou 13 pontos que precisam de intervenção, mas que, segundo ele, dependem de recursos que precisam ser viabilizados pelo poder público. Ainda, segundo ele, deste total, apenas quatro ações foram implementadas até o momento.

Outra iniciativa ousada prevê uma revitalização de toda a extensão por onde passa o rio, despoluindo as águas, preservando e aproveitando as margens para atividades de lazer, serviços e aproximando a população novamente do Rio. “Isso traria uma nova condição em relação à qualidade de vida para Joaçaba. Precisamos que as autoridades abracem esta causa e busquem recursos”, disse Menezes.

Essa foi uma oportunidade de deixar os vereadores informados do que está acontecendo a partir da ação do Comitê, e esperamos que possa ser repetida em outros Municípios, como forma de ter os vereadores como aliados nesse processo de conscientização e cobrança das autoridades executivas das ações necessárias a gestão dos recursos hídricos.

Ler 1539 vezes Última modificação em Terça, 05 Abril 2016 15:10

Parceiros Parceiros Parceiros Parceiros

(48) 3665-4200

Horário de Atendimento:

2a a 6a | 12h às 19h

Rod SC 401, km5, 4756 Ed. Office Park, bl. 2

Saco Grande, Florianópolis CEP 88032-00